20 de outubro de 2021
Notícias

PRESIDENTE DA CM DE CABEDELO APRESENTA TELAS ARTÍSTICAS PINTADAS PARA COMPOR O ACERVO CULTURAL DA CASA LEGISLATIVA

No dia 18 de dezembro de 2019, às 10:00 hrs, pela manhã, no Anexo Administrativo da Câmara Municipal de Cabedelo, a Vereadora Graça Rezende, juntamente com os demais parlamentares da Casa Legislativa apresentará, por meio de uma exposição, as telas artísticas pintadas em técnicas diferenciadas e que retratam diversos pontos turísticos da cidade, para fazer parte do acerco cultural da renomada Casa. A exposição contará com a presença dos 05 (cinco) artistas cabedelenses, Carlos Alberto, Elindovaldo Pereira, Francisco de Melo Peixoto (Giba), Gilmar Pereira da Silva e Sérgio Brito, que foram convidados pela Presidente para fazer este trabalho, no mês de setembro do corrente ano, que se reuniram na Fortaleza de Santa Catarina para a construção desse projeto. Cada artista pintou 04 (quatro) telas de algodão imunizada e impermeabilizada, sobre chassis de madeira, retratando dois pontos turísticos sugeridos pela Vereadora Graça Rezende. Acompanhe as descrições abaixo:

Artista Carlos Alberto:

Retratou a paisagem da PÔR-DO-SOL NO DIQUE DE CABEDELO” e da “AREIA VERMELHA”, sendo duas telas no tamanho 90×50 e duas telas no tamanho 30×25. O pôr-do-sol do Dique retrata um dos cartões postais mais conhecidos da cidade tratando-se do quebra mar ou Dique de Cabedelo. A Areia Vermelha retrata um lugar conhecido como ilha de areia vermelha, famosa pela beleza dos corais e suas águas calmas.

Artista Elindovaldo Pereira:

Retratou a paisagem do FAROL DA PEDRA SECA” e da “RUÍNAS DO ALMAGRE”, sendo duas telas no tamanho 90×50 e duas telas no tamanho 30×25. O Farol da Pedra Seca é um farol do estado brasileiro da Paraíba. É a primeira construção desse tipo da Paraíba, erguido em 1869 em Cabedelo. As Ruínas do Almagre são tombadas desde 1938 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), as Ruinas da Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, conhecida como Igreja do Almagre, estão localizadas na praia de Ponta de Campina, em Cabedelo. Erguida no final do século XVI, mais precisamente em 1598, a Igreja, em estilo barroco, foi construída no contexto do processo de conquista do território e de catequização dos indígenas na Paraíba.

Artista Francisco Peixoto (Giba):

Retratou a paisagem do PÔR-DO-SOL DO JACARÉ” e da “RUÍNAS DO ALMAGRE”, sendo duas telas no tamanho 90×50 e duas telas no tamanho 30×25. O Pôr-do-sol do jacaré é na praia do Jacaré sendo uma área turística brasileira que faz parte do corredor turístico de Cabedelo, município do estado da Paraíba, O acesso ao balneário é feito pelo km 8 da BR-230 (“estrada de Cabedelo”). O espetáculo mais festejado de Jacaré é proporcionado pelo sol, que se põe a oeste saudado pelo Bolero de Ravel, executado diariamente pelo músico “Jurandy do Sax”, próximo às margens do Rio Paraíba. A Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, também conhecida localmente como Igreja do Almagre, ou Ruínas do Almagre, localiza-se na praia de Ponta de Campina, no município de Cabedelo, no litoral norte do estado brasileiro da Paraíba. Talvez pela aproximação da ilha de Areia Vermelha em Camboinha Cabedelo PB. Na hora do desembarque dos navios que ancoravam próximo aos arrecifes e a um tipo de argila de cor avermelhada, utilizada na indústria e em pinturas rústicas. Tenha sido o motivo para a denominação dessa Igreja.

Artista Gilmar Pereira:

Retratou a paisagem da CAPELA DA FORTALEZA DE SANTA CATARINA” e da “CAPELA DE NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES”, sendo duas telas no tamanho 90×50 e duas telas no tamanho 30×25. A Fortaleza de Santa Catarina é um dos patrimônios mais antigos do Brasil e mais importantes da Paraíba, tendo internamente mais de 20 compartimentos dentre eles a Capela feita em homenagem a Dona Catarina de Portugal onde eram realizadas as missas. A Capela de Nossa Senhora dos Navegantes é um monumento de 15 metros erigido na Praia Formosa. O que se acredita é que a santa é uma protetora dos pescadores e navegantes e em  sua devoção são atribuídos vários milagres no local. 

Artista Sérgio Brito:

Retratou a paisagem do FAROL DA PEDRA SECA” e da “FORTALEZA DE SANTA CATARINA”, sendo duas telas no tamanho 90×50 e duas telas no tamanho 30×25. O Farol da Pedra Seca foi erguido em 1869, erigido como uma torre com tronco piramidal octogonal em ferro, numa base quadrada de alvenaria, branca e a construção tem placa de inauguração com data de 1870.   A Fortaleza de Santa Catarina é um dos patrimônios mais antigos do Brasil e mais importantes da Paraíba, construído em meados dos anos 1580. Arrasada diversas vezes, foi reconstruída em pedra, em 1654. O edifício se tornou uma cadeia pública e em 1907 deixou de ser uma fortificação e voltou a ser abandonado novamente. Só em 1972 que o Forte de Santa Catarina foi restaurado. Ele é considerado Patrimônio Histórico e Artístico Nacional pelo IPHAN.